Sonhos cor-de-rosa

 
Quando eu nasci, o meu pai levou um ramo de rosas grandes para a minha mãe e outro de rosas pequeninas, ainda em botão, para mim. Um gesto doce, tão doce que a estória do ramo-mãe e do ramo-bebé é, de quando em vez, contada lá por casa. As rosas trar-me-ão sempre à memória a ternura que a minha mãe deposita nas palavras quando conta isto.

Serve esta introdução para vos mostrar duas das minhas mais águas perfumadas - eau fraîche em chique - preferidas. E não, não foram amor à primeira vista. Ou amor à primeira vaporização, se assim preferirem. Mas, agora não as largo e tornaram-se, oficialmente, os perfumes para este Verão.
 
A da Roger & Gallet já por cá anda há mais tempo e é um frasquinho de pure delight. As notas de rosa, normalmente fortes e, até, enjoativas, são atenuadas com notas de tangerina e morangos, jasmim e violeta, sândalo e patchouli. Uma infusão floral, é certo, mas, ao mesmo tempo, leve e aveludada, que me faz sentir fresca e, curiosamente, apaziguada.
 
A segunda chama-se Rose de Vigne e foi sonhada - foi mesmo - por Mathilde Thomas, a fundadora da Caudalie. O Homem sonha e a obra nasce e foi pelas mãos - ou olfacto - do mestre perfumista Ralf Schwieger que a quinta fragrância da marca nasceu. A ideia era reunir o aroma da uva - prerrogativa da marca - com o da rosa. E este resumo fez-se tão bem e com tanto sentido. Ora vejam o que fiquei a saber:

"Mais frágeis do que a vinha, as roseiras anunciam os ataques dos predadores antes que estes ataquem a vinha. Em troca, a força das videiras irriga a seiva das flores de pétalas sedosas."

A harmonia e o engenho da natureza em pleno. Concordam? Esta água perfumada em jeito de poção mágica e inspirada na roseira que mora aos pés do Château Smith Haut Lafitte, combina ruibarbo, rosa de Maio e rosa de Grasse. Para o aroma da uva - impossível de obter olfactivamente, segundo li - foi escolhida a groselha. Como notas de fundo, a magnólia, o almíscar e as madeiras ambaradas.

Se até 31 de Agosto, comprarem dois produtos da marca, têm direito a um saco de Verão. Estarão, também, a ajudar o planeta visto que Caudalie é membro da associação "1% for the Planet" desde 2012. Entrega, por isso, 1% do valor das suas vendas mundiais a associações ambientais que actuam nas regiões mais ameaçadas do mundo.
 
Procurem nas farmácias perto de vocês. Custa 24€.

Pelo Instagram


Sigam-me em @silviastride.

A pensar em Amalfi


Por um e outro motivo a viagem à Croácia acabou por ficar marcada - ou sonhada - para outras núpcias. Sem desanimar. Itália está ao virar da página. Mesmo perto, já dentro de 15 dias. O destino é a costa amalfitana. Passaremos por Nápoles, Vesúvio e Pompeia, Sorrento, Positano, Furore, Ravello, Capri, Conca dei Marini, Amalfi e, por fim, Roma, ainda que por poucas horas. A mala vai leve. Cheia de curiosidade, mas com a leveza das roupas de Verão a pensar no calor e nos cenários de cortar a respiração. O vestido da H&M Trend decotado nas costas, a bolsa de laivos boémios, um chapéu de abas largas - qual dondoca -, as babuchas que são como andar sobre nuvens e, claro, a máquina para registar e mais tarde relembrar e contar-vos como foi!

A primeira noite será passada em Nápoles onde vamos buscar o carro que nos levará a percorrer o tão bonito recorte da tão bonita Itália. Decidimos que o ponto para pernoitar mais acessível é Sorrento e é de lá que saíremos todos os dias para "cumprir" o roteiro. Sem urgências ou pressas. Nas calmas. No relógio mandamos nós.

Já andaram por lá? Todas as dicas que por aqui me deixam são preciosas e se tiverem boas sugestões de sítios, restaurantes, cafés, lojas, praias ou outras, não deixem de as partilhar comigo. 
© laissez moi
Design:Maira Gall.